Arte dá forma a pensamentos, emoções e ideias: Arterapia é vida!

A arte dá forma a pensamentos, emoções e ideias, não só do artista mas da sociedade na qual ele está inserido. O estilo da obra sempre corresponde a uma visão de vida, pessoal ou coletiva dessa sociedade, é um produto fundamental à espécie humana, não é secundário.

A Arteterapia é um processo terapêutico que utiliza os recursos artísticos como ferramenta de conexão entre o mundo interno e externo do indivíduo. Carl Gustav Jung que desenvolveu a Psicologia Analítica utilizava a arte com seus pacientes. Ele dizia que: “A arte é a expressão mais pura que há para a demonstração do inconsciente de cada um. É a liberdade de expressão, é sensibilidade, criatividade, é vida” (Jung, 1920), afinal a arte se torna uma ponte que permite o contato, uma viagem ao nosso íntimo, um conhecimento maior e uma tomada de consciência, partindo do estímulo à expressão, do desenvolvimento da criatividade e da análise dos símbolos, muitas vezes inconscientes e difíceis de lidar através de técnicas artísticas e expressivas.

A atividade artística exige de seu criador um constante diálogo entre inspiração, elaboração e execução, em um processo no qual não há feio ou bonito, certo ou errado, não há tempo, apenas símbolo que surge em um ambiente tranquilo, em um setting terapêutico, permitindo a reorganização, o acolhimento de dores e conteúdos difíceis de lidar ou mesmo falar sobre, mas que passam a ser integrados à consciência de maneira ampliada e segura.  A arte acolhe e transforma, de maneira democrática e capaz de desinibir os mais resistentes. A eficiência do uso terapêutico da arte, está no fato de ser uma expressão da capacidade de “auto regulação” ou de “auto cura” da alma.  As atividades expressivas nos oferecem a oportunidade de resgate dessa dimensão.

Pois como disse a grande psiquiatra Alagoana Nise da Silveira: “A criatividade é o catalisador por excelência das aproximações de opostos. Por seu intermédio, sensações, emoções, pensamentos, são levados a reconhecerem-se entre si, a associarem-se, e mesmo tumultos internos adquirem forma”.

Bonna Graziela Straccialini

Arteterapeuta do HEFC

Total Page Visits: 311 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?