Grupo de cuidadores informais “Caminhando Juntos”

A ideia de um grupo de cuidadores informais de pessoas com doenças crônicas, tem por base o reconhecimento dos processos complexos associados ao ato de cuidar. Uma doença crônica pode alcançar situações mais graves, exigindo uma dedicação mais frequente da pessoa da família envolvida diretamente nas providências de acompanhamento, deixando muitas vezes sua vida de autonomia e independência para atender o outro. Então, o trabalho do âmbito da psicologia tem como propósito o cuidado e o empoderamento do cuidador informal, de maneira que consiga unir a família em torno da ideia de oferecer o melhor tratamento à pessoa com a doença.

Isso passa, inicialmente, em relação a cada pessoa do grupo de cuidadores, com o reconhecimento de que, apesar das histórias diversas, da singularidade, do sofrimento, as dificuldades dentro de um ambiente terapêutico tornam-se forças capazes de movimentar cada integrante do grupo, na busca do melhor de si. Surgem pessoas com uma riqueza de vida e uma dedicação contagiante, que elucidam dúvidas, umas das outras, porque passaram por processos análogos, apresentado lições a serem compartilhadas.

A terapia de grupo tem em seus objetivos apropriar-se do conhecimento gerado a partir das experiências de seus participantes.

Dr. João Palma Filho
Psicólogo – CRP 146.528
Matéria publicada no jornal Regional News, edição n°1582

Total Page Visits: 63 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?