Grupo de cuidadores informais “Caminhando juntos”

Muitas pessoas que assumem o papel de cuidadores informais, de pessoas com câncer, podem ter o campo emocional profundamente afetado, com o passar do tempo. Pensando nessas condições, o HEFC desenvolveu o atendimento psicológico em grupo, para cuidadores informais, que muitas vezes encontram-se muito abalados, principalmente quando há situações graves das pessoas sob seus cuidados, atendidas pelo hospital.

Em muitos casos, isso gera para esses cuidadores, uma preocupação indizível, quanto ao medo de não saber cuidar do outro e, também, não conseguir atender as recomendações médicas. Essa preocupação pode resultar em ansiedade, que vai criando raízes e vão surgindo dúvidas que parecem ganhar corpo à medida que o caso se agrava.

No grupo que atendemos, observa-se movimentos de solidariedade entre os cuidadores, reconhecendo o outro como igual, ainda que não se conheça a história pessoal, nem a pessoa sob cuidados. Esse reconhecimento também favorece a troca de colaborações, sendo desnecessário um discurso longo e organizado, mas há uma harmonia que faz emergir uma força para o enfrentamento dos desafios do ato de cuidar. Isso nos leva a refletir que o grupo pensa em doar algo de si, diante da dor do outro, ao invés de manifestar o desejo de receber.

Dr. João Palma Filho
Psicólogo – CRP 146.528
Matéria publicada no jornal Regional News, edição n°1571

Total Page Visits: 127 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?