Amor, justiça e aceitação

Dentro da palavra amor podemos encontrar o contrário de injustiça. Falar sobre amor, na atual situação social, é um desafio ou talvez sempre foi.

Partindo do princípio que o homem é fruto do meio em que vive e, a partir disso, realiza suas tomadas de decisões e escolhas junto a sua cultura, pode existir dentro de todo esse processo o desconhecimento daquilo que é considerado justo e um comportamento com ausências de empatia.

Existem pessoas que possuem acesso a conhecimentos e culturas, mas fazem suas escolhas conforme aquilo que convém e que acreditam ser o melhor, diante disso, não podemos realizar julgamentos relacionados a escolha de ninguém, porque cada um possui comportamentos e escolhas baseados na busca de seu bem-estar e realizações, acreditando que está no caminho certo, mesmo diante as injustiças.

Sempre haverá a busca pela realização e felicidade, daí surgem as variadas escolhas do modo de ser no mundo, as diversidades. Surge a necessidade de intervenção em tudo que consideramos ao contrário de nossas crenças e realizações. Portanto, isso se torna a parte mais difícil: deparar com o outro em suas diversas formas de existir, diante de suas escolhas.

Ligia Guilhermina da Silva

Psicóloga e Responsável Técnica HEFC

CRP 06/125146

Total Page Visits: 649 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?