O espelho

Cansado de sofrer, uma vez por outra, diante do espelho, o sujeito faz indagações sobre si mesmo e encontra idênticas respostas: “sou assim mesmo!”, “nasci assim, que me aceitem!”. Há uma insistência em não buscar o autoconhecimento para mudar a própria caminhada.

É necessária muita coragem, mais do que se busca aparentar. A psicanálise leva o sujeito a questionar-se acerca dessas respostas. Compreender como está organizado o mundo interno, como os pensamentos estão entrelaçados com a dinâmica emocional, como se interpreta as relações com o outro.

Muitas vezes, abriga-se por detrás das forças das mais diversas naturezas a ocultação de uma criança interna, que mantém encobertos os ferimentos do passado.

Dr. João Palma Filho
Psicólogo – CRP 146.528
Matéria publicada no jornal Regional News, edição n°1631

Total Page Visits: 59 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?