Ressignificar experiências difíceis

Vamos explicar um conceito a partir de uma visão poética, sem perder o rigor científico.

Ressignificar é voltar-se para o nascer do sol, deixando a escuridão da noite para trás, sabendo que continua lá, mas não assombra mais. Isso significa que a pessoa tem uma maneira de compreender o que passou, sem o peso emocional que havia inicialmente. Muito difícil, não é mesmo?

Isso ocorre durante um processo para conhecer a si mesmo, durante uma psicoterapia. Geralmente, a pessoa procura a clínica vendo-se injustiçada, cercada pelo sentimento de culpa ou culpando terceiros pelo que aconteceu. Parece que o tempo parou, ficou congelado no momento da experiência difícil, um luto por acidente de carro ou a descoberta de um câncer, por exemplo. Desse modo, necessita de acolhimento na dor e uma escuta atenta.

Inicia-se um percurso para compreender a si mesma. Conforme a situação, surgem conexões com um passado que se repete, em relação à maneira como interpreta a própria existência. Esse percurso será cuidadoso e não irá se configurar como um resultado instantâneo e indolor, como se deseja. É trabalhoso ressignificar as experiências difíceis e seguir em frente na vida, mas é uma necessidade. Quando diante a abertura em buscar ajuda, atualmente, há inúmeros serviços de saúde mental disponíveis para atendimento psicoterapêutico, com valor social e até gratuitos.

Dr. João Palma Filho
Psicólogo – CRP 146.528
Matéria publicada no jornal Regional News, edição n°1579

Total Page Visits: 388 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?