Retomar projetos de vida

Há pessoas que chegam na clínica com determinadas questões existenciais. Durante a psicoterapia manifestam que desejariam realizar projetos abandonados, pelos mais diversos motivos, e se sentem culpadas ou frustradas por conta disso. Geralmente, mencionam como obstáculos um casamento antecipado, um emprego do qual virou refém, entre outros. Esses projetos passam a ter um peso considerável durante o percurso do autoconhecimento. Isso porque a pessoa está em busca de novos caminhos e lembra desses projetos abandonados.

Importa considerar, primeiramente, que não há motivo para se sentir culpado, muito provavelmente porque deixou de realizar esses projetos dadas as circunstâncias de vida. Em segundo lugar, se há condições para retomá-los agora, deve-se pensar em adequar as possibilidades de realização e seguir.
Sempre há tempo para novos caminhos, com projetos que persistem enquanto sonhos, durante a vida. A psicoterapia contribui para poder reanimar o que foi deixado de lado. Trata-se de reabrir esses caminhos, retirar os obstáculos que foram criados e mantidos, bem como reconhecer o porquê desses sonhos. Pense nisso! Mais vale arriscar-se a viver o que se sonha, do que sonhar indefinidamente e não viver.
  
Dr. João Palma Filho
Psicólogo – CRP 146.528

Matéria publicada no jornal Regional News, edição n°1590

Total Page Visits: 121 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?