Gratidão e saúde mental

Cada pessoa dispõe de trilhões de células em seu corpo, com as mais diversas funções. Alguns pesquisadores comparam a complexidade do corpo humano, considerando o DNA de cada célula e partículas subatômicas, a uma galáxia. Os humanos são seres altamente complexos, com grandes potenciais para analisar, projetar e construir. Todavia, nem sempre se dá conta do quanto é importante desenvolver o sentimento de gratidão à vida. Sentir-se grato é, entre outras coisas, atribuir valor à possibilidade de respirar, poder beber um copo de água, algo simples, não é mesmo!

Importante notar o quanto se possui de riqueza de experiências de vida, ainda que tenha sido muito difícil. Lembre-se, também, de que alguém lhe ensinou a falar, a andar e a proteger-se daquilo que possa comprometer a saúde. Há pesquisas que relatam a importância do sentimento de gratidão, como forma de ampliar a sensação de bem estar pessoal, estreitar relacionamentos interpessoais e melhorar a qualidade de vida.

Nesse momento de pandemia, que tal pensar em desenvolver o sentimento de gratidão, reconhecido como importante para a saúde mental? Uma escolha que amplia a visão de mundo, aprofundando e ampliando as condições de compreender as relações com o cotidiano.


Dr. João Palma Filho
Psicólogo – CRP 146.528

Esta publicação foi publicada no jornal Regional News, edição 1542.

Total Page Visits: 505 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?