Posso ajudar?

Essa frase é estampada no uniforme do profissional treinado para oferecer orientações específicas, não é obrigação, de todo mundo, atender as solicitações de ajuda.

Eu, por exemplo, apesar de doutor em saúde, cinquenta anos de estudos, não estou habilitado para ajudar todas as pessoas que me procuram; posso, quanto muito, ouvir e acolher. E você? Acha que tem as soluções para todos os problemas dos outros? Está a fim de ajudar, ou complicar as situações?

Tenho que aceitar minha incompetência diante à solicitação do outro, pois não posso, nem sei como resolver tudo; nem tenho a responsabilidade de resolver o problema do outro, quando periga mais atrapalhar do que ajudar.

Preciso entender que minha vontade de me desenvolver, de ficar melhor, de agir melhor, é diferente da minha capacidade de poder, realmente, ajudar aos outros em suas necessidades, em assuntos para os quais não estou ainda preparado para atender.

Desculpem-me a minha ignorância naquilo que você precisa, não é falta de vontade em ajudar.

Dr. Pedro Santo Rossi
www.psirossi.com
Psicólogo voluntário HEFC

Total Page Visits: 902 - Today Page Visits: 1
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Open chat
1
Olá! Agradecemos por estar aqui. Como podemos te ajudar?